DERMATITE ATÓPICA

Por Dra. Luciana Hangai

dermatite_atopica

A dermatite atópica é uma inflamação crônica da pele que apresenta períodos de melhora e piora, podendo estar associada a asma e rinite alérgica. Não se sabe a causa, mas observa-se um caráter familiar.

Apresenta-se como lesões inflamadas da pele, avermelhadas, pruriginosas (coçam), descamantes e por vezes, úmidas.

Nos bebês acometem a face, braços e pernas. Nos maiores, predominam nas flexuras (dobras) dos cotovelos e joelhos, mas podem ser na parte de trás das coxas e até mais difusas.

As infecções bacteriana, fúngicas e virais acontecem nessa pele mais delicada e exposta, devendo ser acompanhadas com cuidado.

Os fatores desencadeantes da dermatite são:

– a pele seca,

– poeira,

– contato com produtos de limpeza, mesmo os usados para lavar as roupas,

– tecidos sintéticos,

– estresse emocional,

– frio, baixa umidade do ar, calor e transpiração,

-alguns alimentos, principalmente em crianças menores de 2 anos.(leite e derivados, amendoim, milho, ovo, crustáceos)

Assim, para evitar as crises:

– devemos usar cremes hidratantes (aplicados na pele ainda úmida, logo após o banho e reaplicados durante o dia),

– banho rápido e morno, com pouco sabonete neutro. Não esfregar o sabonete em barra diretamente no corpo. Fazer a espuma nas mãos e aplicar. O uso de sabonete líquido, apenas algumas gotas, evita a tentação de esfregar a barra no corpitcho dos filhotes.

– roupas de algodão e adequadas a temperatura do dia.

– ao usar piscina com cloro, retirar imediatamente o produto do corpo, evitando que o cloro seque na pele.

-. Manter as unhas curtas, para evitar que com a coçadura microorganismos infectem a pele já lesada,

– reduzir estresses

Então, mais uma vez, o comprometimento da família é importante para o tratamento. O médico definirá qual o melhor tratamento que vai desde o uso de medicamentos aplicados diretamente na pele, ou se deve ser usada alguma droga via oral, como os corticóides, anti-histamínicos, antibióticos, antifúngicos ou antivirais e mesmo drogas como talidomida, metotrexate, ciclosporinas.

Por se tratar de uma doença crônica, com períodos de altos e baixos, a frustração pode acontecer. Não tenha medo de pedir ajuda ao médico de seus filhos. Estamos prontos para ajudar. O importante é não desistir e manter os cuidados o ano todo.

Um beijo enorme a todas!!!!!!

Salvar

Anúncios