Quando devemos observar os primeiros sinais de problemas ortodônticos?

Por volta dos 6 anos de idade, muitos problemas ortodônticos começam a dar os sinais. Nesta fase, o ideal é tratá-los antes que se tornem difíceis de serem corrigidos e possam gerar outros problemas ortodônticos mais complexos.

Veja abaixo os 5 problemas a serem observados:

  1. Dentes da frente cruzados (mordida cruzada anterior): uma situação que exige tratamento ortodôntico imediato, pois pode ser sinal de prognatismo mandibular (queixo para frente) ou apenas os dentes cruzados, o que pode ser mantido na troca dos dentes e gerar outros problemas ortodônticos; mordida_cruzada_ant
  2. Dentes de trás cruzados (mordida cruzada posterior): situação em que a parte superior (maxila) é menor que a inferior (mandíbula), pode levar a um crescimento assimétrico dos ossos da face. Normalmente causada pro problemas respiratórios e hábitos de sucção. Fácil de ser corrigido nesta idade. mordidacruzadaposterior
  3. Dentes da frente não encostam (mordida aberta anterior): problema causado por uso prolongado de chupeta, sucção de dedo ou posição errada da língua. Se não for tratado nesta fase torna-se um dos problemas ortodônticos mais difíceis de serem corrigidos.                                                               Mordida-abertaanterior
  4. Perda precoce dos dentes de leite: leva a vários problemas ortodônticos futuros, pois os dentes ao lado do espaço inclinam, fechando o espaço do dente permanente que deveria nascer. Um simples aparelho chamado “mantenedor de espaço” mantém o espaço para o dente permanente até o momento dele nascer. perdadentedeleitemantenedordeespaço
  5. Demora para troca dos dentes: é preciso avaliar se o dente permanente se formou ou se o dente de leite está “grudado” (anquilosado) ao osso para saber qual a conduta a ser tomada. Uma radiografia auxilia no diagnóstico correto.

Anúncios