Mitos e Verdades sobre a Visão – Parte I

Por Dra. Luciana Peixoto Finamor

foto1

  1. Tirar Fotos com flashes pode causar danos à visão dos bebês? É verdade que um bebê na China ficou cego depois de uma foto?

newborn

O olho é formado por um conjunto de camadas e existem estruturas que funcionam como uma máquina fotográfica, protegendo os olhos quando há entrada excessiva de luz. Em situações com maior intensidade de luz, a pupila fecha. Assim, do ponto de vista médico e oftalmológico – o flash não traz nenhum dano aos olhos do bebê.  Além disso, o tempo de exposição aos flashes é muito curto. Tirar fotos com flash pode inclusive ajudar na detecção do retinobastoma, um tipo de câncer ocular que pode afetar crianças ainda nos primeiros anos de vida.

Nos Estados Unidos, os oftalmologistas até incentivam os pais a fotografar seus filhos pequenos com o flash ligado! Claro que precisamos ter bom senso e evitar exageros! É verdade que a luz forte pode assustar e incomodar o recém-nascido. Em caso de fotografias em estúdios, é sempre importante que você procure um profissional treinado e com experiência em fotografar os recém-nascidos (as chamadas “newborns photography”)

A ABFRN (Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém Nascidos) visa estabelecer padrões de segurança, higiene, conforto e qualidade compatíveis com níveis internacionais da indústria de fotografia de Newborns. A fotógrafa Eileen Parker é uma das fundadoras dessa Associação. Eileen enfatiza que, para fotografar os bebês, é necessário um ambiente especialmente preparado, climatizado e higienizado. O ideal é a escolha de uma data entre o quinto e 14º dia de vida, quando os bebês são mais maleáveis, apresentam sono profundo e as cólicas ainda não afetam o descanso dos pequeninos. “Todo cuidado é pouco quando se trata de recém-nascido. No meu estúdio tenho uma sala especialmente separada para atender os pequenos! Conto também com auxílio de duas assistentes que ajudam a preservar a segurança do bebê. Tudo feito com muito carinho e dedicação”.

Assim, não há nenhuma prova de que essa notícia seja real! Tudo indica que houve um exagero na divulgação dos dados e, como quem conta um conto aumenta um pouco, muitos veículos de comunicação espalharam o boato sem sequer averiguar os fatos

2. Entortar os olhos causa estrabismo ou pode deixar o olho definitivamente “torto”?

 Algumas crianças têm mais facilidade ou habilidade para espontaneamente deixar os olhos tortos! E é frequente os pais repreenderem os filhos por conta disso! Quem nunca? ATENÇÃO papais e mamães! Fiquem tranquilos…não há risco de um problema induzido por conta desse hábito! A musculatura externa dos olhos é usada constantemente nos movimentos para enxergar de um lado para o outro. Por isso, o exercício de aproximar os olhos não oferece riscos. Uma caretinha e um olho torto pode ser uma brincadeira engraçada.

  1. Os óculos perdem a validade e devem ser substituídos anualmente?

As lentes corretivas não são como alimentos ou medicamentos que podem fazer mal depois de expirado o prazo de validade. Na verdade, as lentes, quando bem zeladas, não perdem a validade. No entanto, com o tempo, os óculos podem sofrer alterações físicas na sua superfície, como os riscos e a perda da camada de antireflexo. O prejuízo do uso de lentes velhas e riscadas se refere ao conforto e qualidade de visão, mas não há agravamento da saúde ocular nesse uso. É prudente realizar exames oftalmológicos à cada 6 meses à 1 ano, em crianças e adolescentes já usuários de correção visual, e anualmente, nos adultos, seja ou não usuário de óculos, e nas demais crianças e adolescentes. Em tempos de crise, se o seu grau estiver mantido e as lentes estão em bom estado de conservação, não há porque trocá-los!

  1. Leitura em movimento traz problemas à visão?

O mal-estar é comum à maioria das pessoas que lêem dentro de um veículo em movimento. Esse desconforto acontece devido à variações constantes da distância focal (distância entre os olhos e o papel) causada pelo movimento do carro e também por uma alteração do equilíbrio do sistema Vestibulococlear ou Labirinto.

Porém, a náusea sentida por tais pessoas não interfere em nada do poder da visão e não implica em risco para o desenvolvimento de descolamento da retina, como muitos acreditam.

  1. Pessoas com Miopia alta devem evitar atividades de alto impacto como montanhas Russas radicais?

Pessoas com miopias médias e altas (acima de 6), podem ter alterações de retina que são predisponentes à descolamento de retina. Uma atividade de alto impacto ou movimentos bruscos como as montanhas russas radicais, podem causar uma tração do vítreo sobre a retina e desencadear pequenas roturas ou “rasgos” que eventualmente evoluem para um descolamento. O descolamento da retina não está associado a nenhum processo doloroso. Os sintomas são outros: visão turva e embaçada, sombra central ou periférica dependendo da região da retina afetada, que progride à medida que o deslocamento evolui, flashes luminosos (fotopsias), “moscas volantes”, isto é, a sensação de insetos voando diante dos olhos e, nos casos mais graves, perda total da visão.

No próximo mês continuaremos tirando mais dúvidas e falando sobre outros mitos e lendas da Oftalmologia!!! Se quiser saber mais envie o seu e-mail para a nossa equipe que responderemos!

foto2

Agradecimentos: Eileen Parker Fotografias

www.eileenparker.com.br

Contato: (11) 3841-9119 

Anúncios