Coluna Fonoaudióloga

Olá Mamães, tudo bem? É com imenso prazer que trazemos  uma novidade para vocês do Mãe de Meninas. Hoje tem início aqui no blog a Coluna de Fonoaudióloga , que será escrita mensalmente pela querida mamãe e fonoaudióloga Mariana Sotelo Scarcelli, que é  formada pela Universidade de São Paulo (USP) com especialização em Motricidade Oral pelo CEFAC-SP e aperfeiçoamento em Motricidade Oral pela Santa Casa de São Paulo. Possui clínica particular na região da Vila Mariana – São Paulo. Casada com Marcelo e mãe de Laura de 3 anos e João Pedro de 1 ano.

E para inaugurar a coluna de Fonoaudióloga, a Mariana escolheu um tema que nós mães temos muitas dúvidas: CHUPETA!

Chupeta não é esparadrapo

Hoje em dia, a chupeta é uma peça que faz parte da lista de enxoval de todo bebê. O mercado oferece dezenas de opções, o que faz com que as mamães coloquem esse item como indispensável, mas ao mesmo tempo, tornam a escolha difícil. As opiniões a respeito de seu uso são muitas, mas será a chupeta uma vilã ou mocinha?

Todo bebê precisa usar chupeta?

A chupeta deveria preferencialmente ser evitada, já que crianças que são amamentadas no peito, normalmente não precisam deste complemento.

Uma razão para o uso da chupeta seria evitar o hábito de sucção de dedo, por trazer danos mais severos ao desenvolvimento buco-facial e ser um hábito mais difícil de ser removido.

Para os bebês que mamam ao peito acredita-se que o próprio aleitamento deverá evitar o hábito do dedo e não a chupeta. Assim, nem todo o bebê precisa usar a chupeta.

A chupeta existe justamente para complementar esta necessidade de sucção, e se for usada, deverão ser respeitadas regras, para que não se instale um hábito.

O uso adequado (racional) da chupeta

Caso seja feito o uso da chupeta, é importante conhecer alguns aspectos que minimizem possíveis transtornos que ela possa trazer:

  • Frequência – o uso deve ser mínimo, sendo indicado só em momentos de stress ou para adormecer, mas não frente a qualquer choro do bebê. Verifique as possíveis causas do desconforto (fome, frio, fralda suja, dor, apego a mãe) antes de colocar a chupeta na boca da criança
  • Duração – deve ser usada até o bebê se acalmar ou pegar no sono. Quando ele largar espontaneamente, não deve ser recolocada.
  • Tempo (Idade) – retirar o hábito o mais cedo possível, assim que a criança mostrar desinteresse. Até os 2 anos, é considerado o prazo ideal para a retirada da chupeta, pois é quando ocorre o maior desenvolvimento na fala.
  • Tipo – o melhor bico é o anatômico (ortodôntico), pois se adapta perfeitamente à cavidade oral. Deve-se mudar o tamanho de acordo com a idade. O melhor material é o silicone, pois deforma menos e é mais higiênico.

Ela não deve ser considerada um ‘’acessório” ao vestuário da criança ou um brinquedo e sim um instrumento para exercícios de sucção.

 Quais as consequências do uso inadequado da chupeta?

O uso inadequado da chupeta, associado a carga genética, poderá trazer problemas bucais e de oclusão (mordida), alteração na fala e no padrão de deglutição (por interposição da língua) e alteração dos padrões respiratórios (respiração oral ou mista).

Como retirar o hábito do uso da chupeta?

Uma boa dica é furar a ponta da chupeta para que mude a sensação ao sugar. Tente delimitar o tempo de uso e o espaço físico, deixando claro para o bebê que a chupeta é só para “nanar” e que não deve sair do berço.

Não deixar várias chupetas à disposição da criança, pois facilita sua recolocação e pode estimular uso. A retirada do hábito, deve ser gradativo e bem explicado para a criança, sem ameaças nem punições.

A chupeta deve ser usada com estes cuidados, para que não vire um hábito, nem tenha seu uso desnecessário.

Mas devemos lembrar que o hábito de sucção, quando instalado, pode estar relacionado a fatores emocionais, tornando sua retirada delicada, devendo  levar em conta o desenvolvimento da criança e seu ambiente psicoafetivo.

logofono

Mariana Sotelo Scarcelli (CRFa: 13.990 – SP)

Fonoaudióloga pela Universidade de São Paulo

Especialista em Motricidade Oral

R: Dr. Neto de Araújo, 320 – Conjunto 1309 – Vila Mariana

São Paulo – SP – CEP: 04111-001

Telefones: (11) 5539.4242 – 5539.4222

E-mail: marisoteloscarcelli@hotmail.com

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Anúncios

Um comentário sobre “Coluna Fonoaudióloga

  1. mcarolpedrosa disse:

    Oi Gi, tudo bem?

    Olha que mundo pequeno: A Mariana é casada com um amigo meu da adolescência (Marcelo Scarceli)!! Mas ela não deve se lembrar de mim, pq nos vimos poucas vezes! 🙂

    Beijo

    Carol

    * Curta @nutri_carolpedrosa no Instagram.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s