Qual a cor dos olhos do meu bebê?

Por Dra. Luciana Peixoto Finamor

8

Eu nunca respondo com certeza a esta questão até que a criança tenha pelo menos 1 ano de idade. Isso porque a cor do olho pode mudar ao longo do primeiro ano. Eu mesma, tenho olhos verdes e 3 filhos…minha mãe e minha sogra têm olhos verdes…o meu marido tem olhos castanhos…e eu tive apenas 1 filho de olho claro…ao nascimento do meu primeiro filho tinha quase certeza que ele ficaria com olhos claros; a segunda filha teve olhos azuis “familiar” (só a família achava que era azul, risos e a terceira olhos azuis “jabuticaba”, bem escuros! Na verdade, para nós oftalmologistas, e claro, para nós mamães, o mais importante é que os olhos sejam saudáveis. A expressão deles é mais importante que a cor, mesmo esteticamente falando.

Quando falamos sobre a cor dos olhos, estamos falando sobre o aspecto da íris, o anel muscular ao redor da pupila que controla a quantidade de luz que entra no olho.

cor da íris, assim como a cor do cabelo e da pele, depende de um pigmento chamada melanina. Nós temos células especializadas no nosso organismo chamadas melanócitos. Os melanócitos produzem pigmento na pele e na íris. Quando o bebê nasce os olhos serão cinza ou azuis, porque os melanócitos respondem à luz, e o órgão da visão passou sua vida inteira no escuro, até o nascimento.

Com o tempo, se os melanócitos secretam pouca melanina, seu bebê terá olhos azuis. Se eles secretam um pouco mais, os olhos vão ser verdes. Quando os melanócitos secretam bastante, o órgão da visão adquire a cor marrom (a cor dos olhos mais comum) e, em alguns casos, podem parecer muito escura, de fato. Como demora cerca de 1 ano para os melanócitos concluir seu trabalho, pode ser arriscado dizer a cor dos olhos antes do primeiro aniversário do bebê. O que define essa produção é a genética do bebê, herdada dos pais. A mudança de cor não altera muito depois dos primeiros 6 meses de vida. Algumas doenças ou alterações genéticas como as uveítes e o albinismo também afetam a cor. O albino pode ter o olho cor de rosa, tão baixa é a pigmentação da sua íris. Em relação à sensibilidade à luz, é verdade que bebês e adultos de olhos claros tenham mais fotofobia.

A cor dos olhos, como falamos, é uma propriedade genética; veja algumas possibilidades, conforme a história genética da família

1. Dois pais de olhos azuis são propensos a ter filhos de olhos azuis;
2. Dois pais de olhos castanhos é possível (mas não garantido) que tenham filhos com olhos castanhos;
3. Se os pais tiverem um dos avós com olhos azuis, as chances de terem um bebê de olhos azuis aumenta um pouco;
4. Se um dos pais tem olhos castanhos e o outro tem olhos azuis, as probabilidades são maiores da criança ter olhos claros, dependendo da cor dos olhos dos avós;
5. Se seu filho tem um olho castanho e um olho azul, chame a atenção do médico, porque ele provavelmente tem uma condição genética rara chamada síndrome de Waardenburg.

Quem quiser brincar e testar as possibilidades, pode acessar o site do museu de tecnologia de San Jose na Califórnia ligado à Universidade de Stanford e ver as possibilidades de cor de olhos ou passear pelo The Tech Museum, site muito interessante http://genetics.thetech.org/online-exhibits/what-color-eyes-will-your-children-have.

Independente da cor dos olhos, o importante é que o seu bebê seja saudável e tenha a função visual normal.

10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s