Trauma Mamilar: Prevenção e Tratamento

Por Franciane Crisol

Fissura

Olá, Mamães! No post de hoje vocês vão encontrar dicas e informações valiosas para aquela fase tão crítica que é a primeira semana após o nascimento do bebê. Vamos falar de um problema que pode interferir na sensação de prazer e satisfação da mulher que amamenta, o trauma mamilar ou fissuras no mamilo. Saber identificar o problema e agir rapidamente irá ajudá-las nessa fase. Boa leitura!

Os primeiros dias após o parto podem representar uma fase muito difícil para as mamães que amamentam, principalmente para aquelas que o fazem pela primeira vez.

A maioria das mulheres sente uma dor discreta ou leve desconforto no início das mamadas, o que pode ser normal, porém, se essa dor persistir com alguma lesão nos mamilos, isso pode interferir negativamente para o sucesso do aleitamento materno.

Entre as alterações mamárias mais comuns na primeira semana de amamentação, destaca-se: ingurgitamento, dor, mastite, edema e trauma mamilar.

O trauma mamilar está entre as principais causas do abandono do aleitamento materno. Geralmente o mesmo ocorre na primeira semana após o parto.

O que fazer para prevenir essas lesões:

Durante a gestação:
  • Os hidratantes devem ser evitados nos mamilos e nas aréolas, devendo ser passados somente nas mamas;
  • O banho de sol nos mamilos é um ótimo cicatrizante antes e durante a amamentação, além de deixá-los mais resistentes. Bastam 10 minutos nos horários antes das 10 h e depois das 16h.
 Iniciando o aleitamento materno:
  •  A avaliação da mamada é muito importante, pois as medidas de promoção de correção da técnica de amamentação evitam agravos do trauma mamilar. A pega e o posicionamento correto do bebê, são essenciais para o sucesso no aleitamento materno.

Mas o que de fato é uma pega correta?

É quando o RN abocanha a aréola, assim ele consegue colocar a mama mais profundamente na boca e fazer movimentos ritmados, sugando o leite de forma eficiente. A boca do bebê deve engolir a maior parte da aréola e não apenas o mamilo.

pega-correta

  • A retirada adequada do bebê do seio materno também é muito importante,caso você precise interromper a amamentação, coloque um dedo suavemente no canto da boca do bebê de modo a interromper a sucção. posicaobb2

Como tratar o trauma mamilar:

  •  Procure ajuda de um profissional especializado para avaliação da mamada;
  •  O uso de conchas de amamentação com orifícios de ventilação podem ser úteis, pois elas permitem a circulação de ar e não deixam o tecido mamário grudar na roupa;
  • Passe o leite materno na região areolar e nos mamilos, pois o mesmo é hidratante e cicatrizante, prevenindo o aparecimento de rachaduras e ajudando na cicatrização;
  •  Se a dor for muito forte, procure seu médico para o uso de analgésico, mas lembre-se, a pega e o posicionamento do bebê devem ser avaliados!

Obs: Muitas pessoas me questionam sobre o uso de casca de banana nas fissuras. O uso da casca de banana é contraindicado, pois sabemos que há uma quantidade enorme de microorganismos que podem causar infecção.

O aparecimento de fissuras, não impede que você continue amamentando seu bebê. Elas causam muita dor e desconforto, mas muitas vezes a correção da técnica de amamentação soluciona o problema. A amamentação deve ser prazerosa tanto para mãe quanto para o bebê.

Anúncios

3 comentários sobre “Trauma Mamilar: Prevenção e Tratamento

  1. franciane Crisol disse:

    Olá Danielle . O banho de sol pode ser iniciado na gestação sim, assim você já vai preparando seus mamilos. O bom é uma vez ao dia por 15 minutos antes das 10 h ou depois das 16 h. No blog eu fiz um post de como preparar as mamas para amamentação , vale a pena conferir.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Danielle disse:

    Muito interessante esse matéria. Gostaria de saber se posso iniciar o banho de sol nos mamilos no 8 mês de gestação? E quantas vezes na semana é suficiente?
    Obrigada

    Curtido por 1 pessoa

  3. Silvia helena disse:

    Parabéns Franciane muita importante essa instrução da amamentação!!! Pois muitas mães se encontram nessas situações e por não ter orientações não amamentam mais seus bebês

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s