Transição do berço para cama

Hoje vou dar dicas sobre a fase de transição do berço para a cama. Por aqui já fizemos a transição do berço para a cama com a Malu e foi super tranquilo. Ela adorou ganhar uma cama!!! Confesso que fiquei um pouco receosa com essa mudança, pois a partir do momento que a criança muda do berço para a cama, elas também podem começar a visitar a cama dos pais. 🙂

Acho que não existe uma idade certa. A maioria das crianças acaba fazendo essa transição em algum momento entre 1 ano e meio e 3 anos e meio. Por aqui essa transição aconteceu antes dela completar 2 anos.

Na minha casa foi uma questão de necessidade mesmo, pois a Malu estava tentando escalar o berço e já estava ficando perigoso. Peguei-a colocando edredom + travesseiro como uma “escada” e ai a danada subia para tentar descer do berço.

Seguem algumas dicas para essa transição:

1 – A primeira dica é escolher o tipo de cama: seja de solteiro, cama júnior ou mini cama como alguns chamam ou até colchão no chão seguindo o método montessoriano. Aqui optei por cama de solteiro e coloquei uma grade.

 2 – Se o berço tem de sair do quarto, programe um passeio interessante enquanto outra pessoa faz a mudança, tudo em clima de Festa!!

3 – Os pais devem tomar cuidado com relação ao sumiço do berço, ele simplesmente não pode sumir de uma hora para outra, a criança tem que saber para onde levarão seu velho bercinho. E explicar o porquê o berço está saindo do quarto: uma boa dica é explicar que ele está crescendo e que logo não caberá dentro do berço. Que a cama tem mais espaço.

4 – Chame seu filho para participar desse processo: escolher a nova cama, escolher lençóis novos também pode incentivá-lo a contar para todo mundo que tem uma cama nova, de “menino ou menina grande!”. A Malu fala: mamãe já sou “gandi” 🙂

 5 – Se você optou por uma cama de solteiro que você já tem em casa, você pode colocar grades, a minha é igual a essa aqui e deixar almofadas ou um edredom no chão, ou então colocar o colchão no chão mesmo, por algum tempo.

6 – Paciência! A mãe/pai deve estar ciente de que nos primeiros dias talvez precise acordar de madrugada, até a criança se acostumar com o novo espaço. Se a criança chorar muito, talvez ela ainda não esteja preparada para essa transição. Não é vergonha voltar atrás.

Essa é a cama da Malu. Preferi com bicama pois além da grade, eu abria a bicama por segurança.

transicao cama

Gostou do post? Deixe um comentário! Vou adorar!!! ♥♥

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s