O dia que resolvi deixar a profissão de nutricionista um pouco de lado….ou melhor, totalmente de lado! :)

Antes da minha 1ª gravidez minha rotina era bemmmm diferente, eu saia cedo para trabalhar, (sou nutricionista, pós-graduada em clínica e transtornos alimentares) e voltava só à noite, por volta de 19 – 21 horas. Houve uma época em que eu tive 3 empregos. Quando engravidei a 1ª vez eu imaginava que conseguiria conciliar tudo: casa, marido, filha e trabalho e quando estava grávida de 7 meses já fui pesquisar um berçário para a Isabella. Meus pais moram no interior e minha mãe na época achou um absurdo eu matricular a Isabella, pois ela achava que eu precisava arrumar uma babá ou parar de trabalhar para cuidar dela. Mas eu discordava disso, eu dizia: não estudei tanto para ficar em casa o dia todo!! (Engano meu né…. minha mãe tinha toda razão!!!) E quando ela completou 6 meses decidi que estava na hora de voltar a trabalhar e matriculei ela na escolinha. Na minha cabeça estava tudo certo, ela ficaria lá o período que estivesse trabalhando e daria tudo certo. Em casa eu tinha uma pessoa que ajudava nos serviços e as vezes eu solicitava ajuda com a Isabella.

Mas logo no primeiro mês que a Bella foi para o berçário ela adoeceu, e minhas visitas ao pediatra eram constantes. Durante minhas conversas com a pediatra da época, ela dizia que era normal a criança adoecer quando entrasse na escolinha e que logo ficaria tudo bem. A Bella não se alimentava bem (ela tinha refluxo) o que facilitava adoecer. Passaram-se 6 meses e decidi pela primeira vez parar de trabalhar e me dedicar a Isabella, fiquei com ela por uns 7 meses e sempre escutando das pessoas “nossa mas você deixou de trabalhar para ficar com ela o dia todo em casa, que vida boa hein…” e escutava isso de pessoas bem próximas. Passaram-se alguns meses e percebi que ela estava melhor, então resolvi voltar a trabalhar novamente mas com uma carga horária bem reduzida, de meio período. Até tentei nessa época arrumar uma babá, mas não consegui, a pessoa que ajudava em casa era uma pessoa de confiança mas não tinha tanta experiência com bebês, era aquela pessoa que em uma emergência “quebraria meu galho”, então resolvi novamente colocar no berçário. Mas as doenças começaram a aparecer novamente e eram TÃO constantes que as vezes eu chegava no consultório e já tinha recado de que a Isabella estava com febrão, eu saia desesperada e quando chegava para pegá-la já estava toda caidinha, cansada, peito chiando…. e assim fui tentando levar por mais uns meses.

Em 28 outubro de 2010 a Isabella adoeceu, pegou uma estomatite que a “derrubou”. Na verdade ela era uma criança que tinha bronquite asmática e a pediatra dessa época não soube dar o diagnóstico certo e sempre tratava como mais uma virose ou gripe. Pode ter sido falta de atenção da médica, mas acho que também pode ter sido falta de experiência minha em não perceber que a Isabella precisava de maiores cuidados pois quando adoecia o peito chiava!!! O que sei é que nesse dia a Isabella estava muito mal, cheguei com ela no Pronto Socorro com oxigenação super baixa, onde ficou 5 dias na UTI e mais 5 em internação. Diagnóstico: insuficiência respiratória aguda/sepse! Quase infartei quando a médica veio me dizer isso!!! Pois no dia anterior eu havia passado pela pediatra e o que ela me disse era que a Bella estava apenas com uma estomatite! Quando eu estava dentro da ambulância a caminho do hospital que foi transferida, começou a passar um “filme” na minha cabeça e ali decidi que não queria mais isso para minha filha. Depois que saímos do hospital, mudamos de pediatra e a pediatra atual, Dra. Andrea, iniciou um tratamento preventivo e foi ela quem deu o diagnóstico: Isabella tem Bronquite asmática!!!!

Não queria mais deixar a Isabella em um berçário o dia todo, sendo que eu poderia ficar com ela em casa. Meu marido sempre me apoiou!!!

A partir desse momento parei de atender em consultório e comecei a me dedicar exclusivamente a ela. Quando a Isabella completou 3 anos entrou para a  escola pois já estava bem, fazendo tratamento preventivo e ficava apenas meio período na escola. A minha relação com ela a fortaleceu muito, aliás melhorou em tudo, na alimentação, sono, peso, enfim…..em tudo!!!

Hoje eu realmente sou MUITO feliz cuidando das minhas meninas!!! É o meu trabalho, que me realiza.

 MUR_8771_1

 Gostou do post?  Deixe um comentário! Vou adorar!!! ♥♥

Anúncios

9 comentários sobre “O dia que resolvi deixar a profissão de nutricionista um pouco de lado….ou melhor, totalmente de lado! :)

  1. Alexandre Luis Pedrosa disse:

    Na realidade não é necessária só coragem, deixar para trás algumas coisas.
    Cada escolha é uma renúncia, é o que eu sempre digo.
    Sinta-se feliz com o que for, mas sinta-se mais por poder influenciar positivamente de perto a quem lhe foram confiadas as devidas vidas.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Dani disse:

    Parabéns, sua decisão foi a mais correta , pois , fazer filhos para os outros cuidar é muito fácil !!!!
    Tem filhos q na adolescência da muito trabalho e a Mãe Fica questionando o PORQUE mas esquece da infância. ….

    Curtido por 1 pessoa

  3. Anônimo disse:

    Oi Gi. Mais que uma decisão, foi uma mudança corajosa. Mais que uma mudança de vida, mas de paradigmas. Somos fruto de uma geração que foi eduacada a estudar, formar-se, graduar-se e conseguir um “bom” emprego. Entretanto, nunca paramos para nos peguntarmos: será que isso é o que eu realmente quero para mim? Para minha família? Voce teve a coragem de tomar a decisão que para voce está certa. E tenho certeza que nunca irá arrepender-se. Por que a tomou com amor. Parabéns!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s